BENVENUTI SUL SITO CED

Direito e Fraternidade: um novo paradigma na formação dos operadores do Direito

IMG01183-20130125-1527 “As reações sociais e as mutações técnico-cientificas estão acontecendo com uma grande velocidade. Entre o mundo da norma – do dever ser – e o mundo dos fatos – do ser – há um abismo, que nos impulsiona a questionar se é valido continuar operando com a dinâmica que até então vinhamos fazendo”. E a questão apresentada pela professora Dra. Josiane Rose Petry Veronese, titular da Universidade Federal de Santa Catarina. É necessária – disse-nos – uma “leitura interdisciplinar de em todas as mudanças que estamos vivenciando”.

 

 

Iniciaram os trabalhos do II Congresso Nacional Direito Fraternidade

presentazione.JPG 

200 Congressistas vindos de vários recantos do Brasil, Itália e Portugal, dentre acadêmicos, operadores das Ciências Jurídicas, estudiosos e membros da sociedade civil interessados nesse inovador laboratório de fraternidade

Após a execução do Hino Nacional, foram feitas breves considerações acerca do conceito filosófico da fraternidade, inicialmente relacionado ao tríplice lema francês “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”.

A Fraternidade, embora tenha seguido um caminho independente, constitui elemento fundamental nesse tripé, uma vez que para que Liberdade e a Igualdade se manifestem em sua aplicação plena, é preciso que as demais categorias sejam validas. Deste modo, a contribuição da Fraternidade para a formação do pensamento contemporâneo é indiscutível, seja no que se refere a valores universais expressos no primeiro artigo da declaração Universal dos Humanos, seja na formação do Estado Democrático de Direito, com o compromisso assumido na Constituição da República Federativa do Brasil de instituir uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social.

A Sra. Gehilda Cavalcanti leu a mensagem de Maria Emmaus Voce, presidente do Movimento dos Focolares, na qual evidenciou “a necessidade de momentos de debate, com uma visão ampla das problemáticas” a fim de que, inspirados pela centralidade do Direito “possam dar sua contribuição específica para a construção de uma sociedade fraterna”.

A programação seguiu com a aula magna do Dr. Pedro Vaz Patto, Juiz de Direito/ Portugal: “O princípio da Fraternidade no Direito: instrumento de transformação social”. 

pdf  Mensagem de Maria Emmaus Voce



II Congresso Nacional Direito e Fraternidade
será certificado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

A UFSC assumiu a emissão dos Certificados de participação, válidos como horas complementares, uma vez que os temas abordados por Direito e Fraternidade são atuais e relevantes para a formação de profissionais e acadêmicos. 

*A Universidade Federal de SantaCatarina (UFSC) é uma instituição federal brasileira de ensino superior localizada em Florianópolis, Santa Catarina, e foi cotada como a quinta melhor instituição de ensino superior da América Latina pelo Webometrics Ranking of World Universities.

A contribuição da instituição não se restringe à emissão do certificado, uma vez que após a abertura do evento, no dia 25, parte de seu corpo docente ajudará os congressista a irem em profundidade na temática, com a exposição:

“Direito e Fraternidade: um novo paradigma na formação dos operadores do Direito”

Cujas expositoras são:
Prof. Dra. Josiane Rose Petry Veronese (professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina e escritora)
e Prof. Dra. Olga Maria Boschi Aguiar de Oliveira (Diretora do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC, coordenadora do Núcleo de Pesquisa Direito e Fraternidade).

O momento será seguido por um rico diálogo com os participantes.

Votos sinceros aos congressistas de que sua participação no II Direito e Fraternidade seja um laboratório fecundo de mútuo enriquecimento.

Profundos agradecimentos à Universidade Federal de Santa Catarina, por tão preciosa contribuição.

Em diálogo: experiências pessoais, o novo e atual momento da justiça

cosenza 5

Os primeiros que chegaram à Biblioteca do Conselho da Ordem de Cosenza – circundados por advogados e magistrados – foram os estudantes do Colégio Ginasio de Rende-Cosenza e do Instituto Hoteleiro Cosentino.

Os professores haviam preparado bem os alunos para esse momento de contato direto com a Justiça, informando-os sobre a situação local e nacional do mundo jurídico italiano. Os alunos tiveram a oportunidade de abrir o diálogo com perguntas, que permitiram aos magistrados e advogados presentes afrontar os problemas e as atuais exigências da Justiça. Um rico intercâmbio que possibilitou uma profunda análise dos desafios com os quais se deparam hoje os operadores do direito.

2

O II Congresso Direito e Fraternidade

do Norte e Nordeste do Brasil

O II Congresso de Direito e Fraternidade foi um sucesso. Assim o site oficial do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas intítula a notícia do evento realizado entre os dias 3 e 4 de novembro de 2011.

Com o envolvimento de 10 faculdades de direito, magistrados, advogados, políticos e estudantes, por dois dias enfrentaram-se as questões jurídicas a partir da categoria da fraternidade, com reflexos no campo ambiental.

Workshop jurídico no Simpósio judaico-cristão

20110826-a-200x123

No âmbito do diálogo inter-religioso, Chiara Lubich iniciou uma série de simpósios (reuniões de estudo com representantes de outras religiões) para investigar a fundo os valores contidos nas várias experiências religiosas da humanidade, para favorecer, por meio do amor recíproco, o diálogo e a atividade de interesse comum, a fraternidade universal.

seminario ufscUniversidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Centro de Ciências Jurídicas

Seminário Internacional Direito e Fraternidade

O Seminário Internacional Direito e Fraternidade marcará a abertura de suas atividades para 2011

Convite

Serão distribuídos certificados de 3h/aula

invito 17 marzo 2011

Comunhão e Direito em Brasilia

17/03/2011 (Quinta-Feira) às 20 horas.

Universidade Federal de Santa Catarina

Comunhão e Direito

Direito e Fratenidade

No dia 20 de agosto teremos mais um evento na Universidade Federal de Santa Catarina com o propósito de avancarmos no tema Direito e Fratenidade",  que contará com a presença do Prof. Antonio M. Baggio.

Instalação Oficial do Núcleo Comunhão e Direito

florianpolis_3O Centro de Ciências Jurídicas, da Universidade Federal de Santa Catarina, promoveu no seu auditório, no dia 5 de junho, do corrente ano, às 9:00 horas, uma sessão solene de instalação oficial do Núcleo Comunhão e Direito.

O Núcleo Comunhão e Direito tem como proposta ser um espaço de estudos, de investigação doutrinária da relação  existente entre a Fraternidade e o Direito, sob a perspectiva do Carisma de Chiara Lubich, como também situar-se como um fórum permanente de diálogo com os operadores do direito, uma vez que já estão conosco vivenciando esta nova perspectiva, além de professores e estudantes de direito e áreas afins, magistrados, membros do Ministério Público, advogados, policiais, etc.

I Jornada Sul Brasileira "Direito e Fraternidade"

No dia 11 de setembro de 2008, realizamos a I Jornada Sul Brasileira Direito e Fraternidade, a qual foi algo “bombástico”. A proposta apresentada pelo Movimento Comunhão e Direito, em pareceria com o Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis), trouxe uma discussão importantíssima para a academia, em especial para o Direito, qual seja a de evidenciar a imperiosa necessidade de consolidarmos relacionamentos solidários, fraternos nos mais variados aspectos que envolvem o sistema de justiça.

facebook_page_plugin

Este site utiliza cookies, também de terceiros, para oferecer maiores vantagens de navegação. Fechando este banner você concorda com as nossas condições para o uso dos cookies.